Minicursos

Terça-feira - 08/10

Produção de cerveja - Luiz Carlos de Oliveira Lima (UFLA)

No curso de cervejas estaremos falando sobre os diferentes tipos numa classificação de cervejas, maiores produtores, processo produção e tecnologia de elaboração dos diferentes tipos de cerveja. Mercado cervejeiro no mundo e no Brasil.

Iogurte grego – André de Paulo Abranches Silva Paiva (Trevo Alimentos)

O Iogurte Grego hoje está caracterizado como um dos principais produtos Lácteos de maior potencial de crescimento de mercado, em especial para o mercado brasileiro. Segue abaixo os principais aspectos relacionados a esse produto, que serão explanados durante o minicurso:

  • Origem do Iogurte e do Iogurte Grego;

  • A classificação das linhas de iogurte e suas principais características;

  • Abordagem sobre o mercado de iogurte, em especial sobre o Iogurte Grego e seu Potencial de crescimento;

  • Tecnologia de fabricação (Tecnologias de produção, parâmetros de Qualidade e principais defeitos);

  • Características Nutricionais do Iogurte Grego;

  • Avaliação sensorial de produtos;

  • Legislação do produto.

Boas práticas de fabricação (BPF) – Silvana Rodrigues Vale (PAS)

  • Introdução à segurança dos alimentos;

  • Conceitos;

  • Boas Práticas;

  • Conceito e contextualização das Boas Práticas;

  • Requisitos de Boas Práticas de Fabricação.

Novas estratégias na sanitização de frutas e hortaliças - Jackline Freitas Brilhante de São José (UFES) e Hiasmyne da Silva Medeiros (UFV)

  • Contaminação em Frutas e Hortaliças;

  • Formação de Biofilmes na superfície de frutas e hortaliças;

  • Sanitização;

  • Uso de compostos clorados na sanitização;

  • Novas estratégias na sanitização: uso de ácidos orgânicos, ultrassom, água eletrolizada, ozônio, biossurfactantes e nanopartículas de prata.

Liderança e autoconhecimento - Jhoney Lopes (Catálise Social)

Este minicurso tem como objetivo apresentar conceitos de liderança e coaching, com materiais teóricos e dinâmicas. O participante terá uma visão de (auto)liderança na primeira parte e em seguida entraremos em um processo de desenvolvimento pessoal. Os tópicos a seguir indicam os assuntos que serão abordados.

Módulo 1. Parte da Manhã

Introdução e apresentação

Mão na massa: Pensar fora da caixa

Mão na massa: O que um líder deve ter?

Princípios da liderança

O que o “Tour de France” nos ensina sobre liderança

Mão na massa: Todos possuem um papel na equipe

Comportamentos enfraquecedores e fortalecedores na equipe

Tipos de liderança

Mão na massa: Melhor estrutura

Dicas para a liderança consciente

Módulo 2. Parte da Tarde

Introdução e apresentação

Exteriorizar para interiorizar

Preparação

Mão na massa: A escada do aprendizado

Trocar experiências

Mão na massa: O que eu quero?

Mão na massa: Modelo do Poder Pessoal

Ciência do Condicionamento Neuroassociativo

Mão na massa: Etapas do Condicionamento Neuroassociativo

Mão na massa: Meu código de conduta

Mão na massa: Mantra

Quarta-feira - 09/10

Tecnologia de queijos convencionais, com olhaduras e mofados - Júnio César Jacinto de Paula, Denise Sobral, Renata Golin Bueno Costa (ILCT)

Produção de vinhos - Luiz Carlos de Oliviera Lima (UFLA)

No Curso de vinhos teremos oportunidade de conhecer os principais países produtores, Legislação do vinho produção diferentes processos de vinificação, Etapas de elaboração de vinhos, processos de fermentação (etapas), Degustação comentada e parte prática com degustação de alguns vinhos.

Análise Sensorial de Café - Aline Garcia (ITAL)

  • Análise sensorial;

  • Análise Descritiva;

  • Treinamento e seleção de equipe;

  • Influência da qualidade e classificação do grão de café na bebida do café;

  • Classificação do café em Tradicional, Superior e Gourmet.

Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle (APPCC) – Silvana Rodrigues Vale (PAS)

  • Conceitos, histórico, legislação e benefícios do Sistema APPCC;

  • Pré-requisitos para implantação do Sistema;

  • Etapas preliminares para elaboração do Plano APPCC;

  • Princípios do Sistema: análise de perigos e medidas preventivas, definição de pontos, críticos de controle, limites críticos e de segurança;

  • Monitorização, medidas corretivas, verificação e registros.

Segurança alimentar – Natan Pimentel (UFV)